Frase do dia

Enquanto folheio uma revista, eu observo, maravilhada:

 

- Cada popaganda linda!....



Postado por: Helô às 09h07
| envie esta mensagem


Cococola é isso aí

Eu peço um pouco de refri para a mamãe:

 

- Serve suco de uva?, diz ela

- Não seive. Seive co-co-co-la.

 



Postado por: Helô às 09h06
| envie esta mensagem


Be-a-Bá

Bão, Juju, então vamos lá. Agora que você veio à luz, aqui vão uns toques de prima mais velha para você entender como as coisas funcionam nesse mundo de gente doida:

 

 

Choro: no momento, é o seu maior recurso e o que é melhor: serve para tudo! Quer colo? Dá-lhe choro! Com fome? Choro e mais choro. Xixi e cocô? Choro neles! Quer trocar o CD com som de caixinha de música por um sonzinho mais maneiro? Choro!!! Se bem que, até seus pais sacarem que é isso que você quer, vai levar um tempo. Mas uma hora, depois de tentar de tudo, eles vão acabar acertando!

 

 

Tatibitate: é uma coisa esquisitíssima que ataca os adultos, fazendo com que eles falem como bebês. Na verdade, eles PENSAM que falam como bebês, mas o som é tão incompreensível que fica difícil saber. Eu tenho pra mim que é um dialeto alienígena. Repara só: guti-guti.... aaahbuuuuuuuu... gugu-dada... anguuuu... Sinistro, né? Enfim, quando eles começarem com essas crises, por favor, não ria. Se você conseguir segurar o riso - o que, convenhamos, é difícil diante deste espetáculo bizarro - eles logo, logo param com isso. Agora, se você não resisitir... te prepara, porque eles vão fazer isso pro resto da sua vida! Ah, uma dica: se você quiser saber quem são suas titias, é só reparar em quem pratica a modalidade "Tatibitate na língua do T", assim: TE TOISA MAISI TOTOSA DA TITIA! Fala sério!

 

 

Papá: No começo, vai te acostumando, é assim: tetê, tetê e tetê. Depois, com o tempo, entram as frutinhas, os suquinhos, os docinhos caseiros e sóóóó lá na frente é que o rango vai rolar prá valer. Mas não esquenta - sempre vai ter uma tia subversiva que vai descolar um brigadeiro pra você, ou uma coxinha, ou um copo de refri sem que a sua mãe veja. Se nenhuma titia fizer, fica fria que eu faço. Xá cumigo!

 

 

Brinquedos: Juju, agora que você ainda é pequetica, é melhor você brincar com os brinquedinhos mais fofinhos, tipo bichinhos de pelúcia (prefira os anti-alérgicos), bonequinhas, almofadinhas, essas coisas. Eu, que sou grande, logo vou ganhar minha bicicleta, igual a Manu e a Natália, e você tem que entender que a gente não vai poder te emprestar porque, como eu disse, você é pequetica. Mas, quando você crescer (sei lá, daqui uns dois meses?) a gente bota um capacete em você e te põe pra andar com a gente na cestinha da bike, que tal? Mas não conta isso para os seus pais, porque talvez eles não achem uma boa idéia, tá? Segredinho nosso ;-)

 

 

Setembro: setembro é um mês lindo, supremo, encantador. Em setembro, eu e a Manu fazemos aniversário e isso significa fes-ti-nha. Calma, eu explico: festinha é um lugar cheio de brinquedos, brincadeiras, balões, crianças e comidinhas gostosas como salgadinho, docinho, bolo e refri. Nas festinhas, a gente costuma brincar a valer, se divertir a valer e comer a valer, se bem que este último item é discutível, pois pode ser que você não coma a valer - por dois motivos: 1) de tanto brincar, você se esquece que tem fome; ou 2) os adultos têm mania de achar que essas comidinhas não são muito saudáveis, então preferem comer eles mesmos do que deixar a gente comer e, sei lá, passar mal depois. Eu não sei se acredito muito nisso, mas como te falei, o lance é colar na tal tia subversiva durante a festinha, e garantir ao menos umas coxinhas, uns pirulitos...

 

 

Vovô Zé (ou Zé, para os íntimos): se eu bem conheço esse cara, a essa hora ele deve estar falando aos quatro cantos que você é careca, banguela e analfabeta. Liga não, Juju. é só uma velha piada de família, tudo brincadeirinha. Até porque, vê só: quando eu nasci, ele falava a mesma coisa de mim, e hoje eu tenho cabelo, dentes e até sei escrever minha letra H!!! Ih, ó, te prepara: o vovô Zé vai te ensinar a murchar o pneu da bike do seu papai, vai fazer "boizinho" com você (se ele não fizer, eu faço!) e ainda por cima, te ensinar a dançar Kelly Key - para o horror da sua mãe.

 

 

Juju, só mais uma coisa: com o tempo, você vai começar a reparar numa coisa estranha, é uma coisa que acontece com a gente, que dá uma quenturinha no peito e o coração bate bem acelerado. Calma, não é colica! Não chore, Juju, porque não dói. Nem tenha medo. É que de tando viver no meio de tanta gente meio estanha, meio babona, meio criança, a gente começa a sentir isso. Mas não é nada grave. É só o amor que a gente começa a sentir por eles. E isso, Juju, não passa nunca.

 

Conte sempre comigo. (E com a Manu. E com a Natália)

 

Com amor da sua prima Heloísa.

 



Postado por: Helô às 10h12
| envie esta mensagem


"Helô, você é Hótima! Hinteligente, Hanimada e muitHo lindHa. ResumindHo, vc eH Hum Hamor."

 

(Tão vendo? Não sou só eu que acho o H a letra mais linda do mundo. A titia também sabe disso! Aliás, acho que o mundo deveria adotar esse estilo de texto tão refinado!!!)

 




Postado por: Helô às 10h04
| envie esta mensagem


Senhoras e Senhores...

com vocês...

o primeiro H desenhado por mim!!!

 

 



Postado por: Helô às 09h10
| envie esta mensagem


Brincadeira de palavras - versão temática. Tema: fundo do mar

Eu para a mamãe:

 

- Você é um golfinho!

- E você é uma tartaruga...

- E você é um peixinho!

- E você é uma baleia!

- E você é um tubarão...

 



Postado por: Helô às 22h07
| envie esta mensagem


...E a Júlia já chegou!!!

Seja bem-vinda, piminha!

 

 

E eu sei que a Trima Gio vai brigar comigo

porque eu postei essa música antes dela,

mas eu nem ligo:

 

"(...) Lhe damos as boas-vindas

Boas-vindas, boas-vindas

Venha conhecer a vida

Eu digo que ela é gostosa

Tem o sol e tem a lua

Tem o medo e tem a rosa

Eu digo que ela é gostosa

Tem a noite e tem o dia

A poesia e tem a prosa

Eu digo que ela é gostosa..."

 

Juju, essa é a homenagem que eu,

o papai e a mamãe deixamos para você!

 



Postado por: Helô às 21h59
| envie esta mensagem


Cês lembram dela, né?

 

 

Pois bem. Acharam a danada.

 

 

Passeando num shopping, bela e folgada,

presa à um carrinho não era meu,

de um bebê que não era eu.

Cês acham que eu posso com tamanha traição?

 



Postado por: Helô às 13h50
| envie esta mensagem


 

Vai um friozinho aí, vai?



Postado por: Helô às 22h10
| envie esta mensagem


Porque eu sou questionadora, porque eu não aceito qualquer resposta, porque a fase dos porquês evolui e fica mais complexa a cada dia, porque eu sou Heloísa... aí vão as minhas novas perguntas:

 

Quem pintou meu armário? Quem pintou o meu quarto? Como chama essa luz? Quem pintou minha luz? Quem pintou minha parede? Quem pintou esse livro? Como chama essa camiseta? Quem deu essa camiseta? Como chama a mãe dele? Quem pintou o meu olho? Como chama o papai do céu?



Postado por: Helô às 22h03
| envie esta mensagem


 

Eu, meu sorriso encantador e um big galo na testa.

Coisas da vida, né?



Postado por: Helô às 21h58
| envie esta mensagem


Update da brincadeira:

Mamãe me chamou de cara de sofá. E eu retruquei à altura:

 

- Sua cara de... porta de armário!

 

É... a prática leva à perfeição!



Postado por: Helô às 21h37
| envie esta mensagem


Brincadeira de palavras

A brincadeira começou assim, comigo intimando o papai:

- Seu cara de... vagalume!

O papai, lógico, continuou:

- Sua cara de... borboleta!

- Seu cara de... cadeira!

- Sua cara de... computador!

- Seu cara de... foimiga!

- Sua cara de... joaninha!

 

Aí que o ranking final ficou assim: o papai me chamou de cara de pé, de orelha, de televisão, de cortina. E eu chamei ele de cara de mosquito, de comida, de lápis e de saracura (!). Deu empate, né?

 



Postado por: Helô às 18h11
| envie esta mensagem


 

Primeiro, pausa para fotografia...

 

 

...e depois, de volta ao trabalho!

Tá pensando o que? Atualizar blog não é fácil, não...



Postado por: Helô às 13h35
| envie esta mensagem


 

O que? Você não sabia não?

É, eu já pedalo a minha motoca sozinha!



Postado por: Helô às 13h29
| envie esta mensagem


Ai, eu sei que é uma vergonha... mas eu aprendi a dançar funk. Tem aquela música que fala "beijar, beijar, beijar...", né? Então, eu danço essa daí. Agora, aquela que fala "Poderosa...", ah... essa aí eu canto e danço!

 



Postado por: Helô às 13h45
| envie esta mensagem


Relatório de Páscoa

Sim, o coelhinho esteve lá em casa ontem.

Sim, ele deixou pegadinhas no chão.

Sim, ele escondeu meu ovinho no meu quarto.

Sim, eu achei o ovinho e adorei!

E não, eu não entreguei minha chupeta.

 



Postado por: Helô às 13h29
| envie esta mensagem


Sexta-feira, eu estreei no cinema. Fui na assistir "A Era do Gelo 2" na sessão de gente gande, das 20h, fiquei sentadinha entre o papai e a mamãe e ainda por cima, ganhei o direito de ficar segurando o pacote de pipoca. Quando acabou o refri, eu achei que podia beber o refri que estava do lado da mamãe, mas não podia não, poque era do moço do lado dela que a gente nem conhecia. Quando as luzes se apagaram, eu achei que era hora de bater palma, e eu bati com vontade. Depois começou o filme e eu fiquei quietinha, acompanhando tudo. Quietinha numas, né? Poque tudo que acontecia, eu perguntava: "Poquê a água tá caindo?", "Poquê o gelo?", "Poquê o elefante tá nadando?". Aí acabou o filme, e foi assim que a gente foi feliz para sempre naquela noite de sexta!



Postado por: Helô às 13h25
| envie esta mensagem


Mundo dos "Poquês"

Poquê minha baíga tá doendo? Poquê eu comi muito chocolate? Poquê você tá cozinhando? Poquê você colocou água quente no auoiz (arroz)? Poquê você lavou meu copo? Poquê você lavou minha boca? Poquê você lavou a mão? Poquê o vizinho tá fazendo pipoca? Poquê tá cheiro uim (ruim)? Poquê eu fiz esse cocô? Poquê meu olho tá molhado? Poquê não serve? Poquê eu quesci? Poquê você beijou eu? Poquê tá de noite? Poquêicuro (escuro)? Poquê o sol foi embora? Poquê a lua tá econdida? Poquê nossa casa tá econdida? Poquê a amiguinha foi embora? Poquê você tá passando peifume? Poquê eu vou ficar cheirosa? Poquêfio (frio)? Poquê a cigarra tá cantando? Poquê você tabalha? Poquê eu tô com sono? Poquê o papai ipirrou (espirrou)? Poquê soltou o uojão (rojão)? Poquê o uojão faz barulho? Poquê o neném tá chorando? Poquê tem sujeirinha no meu dente? Poquê eu tomei memédio? Poquê eu tenho uma caquinha (casquinha - de machucadinho)? Poquê o vento faz barulho? Poquê eu tutei (assustei)? Poquê você tá comendo? Poquê você tá tomando banho? Poquê você vai tirar o sapato? Poquê? Poquê? Poquê?

 

Tanto poquê assim me fez lembrar de uma música...

 

Oito Anos
Adriana Calcanhotto
Composição: Dunga / Paula Toller

Por que você é Flamengo
E meu pai Botafogo
O que significa
"Impávido colosso"?

Por que os ossos doem
enquanto a gente dorme
Por que os dentes caem
Por onde os filhos saem

Por que os dedos murcham
quando estou no banho
Por que as ruas enchem
quando está chovendo

Quanto é mil trilhões
vezes infinito
Quem é Jesus Cristo
Onde estão meus primos

Well, well, well
Gabriel...

Por que o fogo queima
Por que a lua é branca
Por que a terra roda
Por que deitar agora

Por que as cobras matam
Por que o vidro embaça
Por que você se pinta
Por que o tempo passa

Por que que a gente espirra
Por que as unhas crescem
Por que o sangue corre
Por que que a gente morre

Do que é feita a nuvem
Do que é feita a neve
Como é que se escreve
Réveillon

Well, well, well
Gabriel...

 




Postado por: Helô às 00h25
| envie esta mensagem


 

Ah, sim! Antes que eu me esqueça...

 

Boa Pácoa para você,

feliz caça aos ovinhos,

feliz visita do coelhinho e...

precisando de uma ajuda para detonar o chocolate,

conte comigo!!!

 

beijocas!!!



Postado por: Helô às 17h37
| envie esta mensagem


Aconteceu numa manhã dessas em que a gente simplesmente não tá afim de nada. Muito menos de ir à Ecolinha:

 

- Helô, vamos acordar para ir na escolinha???

 

- Eu não peciso ir na Ecolinha! Humpf!

 

Agora a mamãe quer saber quem foi o engraçadinho que anda me dando aulas de argumentação.

 



Postado por: Helô às 17h33
| envie esta mensagem


 

Eu não podia passar minha infância sem registrar

uma cena clássica dessas:

 

Chapéu de festinha e língua prá fora!

 



Postado por: Helô às 09h10
| envie esta mensagem


Monólogo numa tarde de bagunça na cozinha da vovó, enquanto eu fingia que trabalhava arduamente:

Eu peciso arrumá. Eu sabo arrumá essas coisas. É nosso tabalho. Eu peciso arrumá as coisas que pendura. Aqui é meu tabalho. Eu tô colandinho os personagens. Só pode fazer barulhinho de bincadeirinha. Não pode fazer barulho forte. Eu tô com a calça suja poquê eu tô fazendo serviço. É só de bincadeirinha. Que é isso aqui? Sombas? Sombas no céu! Vó, perái que eu vou terminar e já tomo no banho. Eu touxe uma saborosa pá comer. Tá lá na minha bolsa. Eu compei uma saborosa na loja.

 

Desculpe o texto de difícil compreensão. É uma coisa assim... de vanguarda, sabe?



Postado por: Helô às 09h04
| envie esta mensagem


Essa é para assustar a mamãe:

 

Eu, fazendo cara de cliente louco:

"Cadê meu job???"

"Já tá pronto???"

"Preciso disso prá ontem!!!"

 



Postado por: Helô às 16h44
| envie esta mensagem


 

E foi assim que naquele dia, eu dormi no meio da leitura...



Postado por: Helô às 16h42
| envie esta mensagem


Primeiro eles falam que eu sou uma mocinha, que eu cresci, que eu sou uma criança grande. Depois, entram em crise existencial porque eu paro de falar "mamãe" e "papai", para falar simplesmente "mãe" e "pai", porque aí eu deixei de ser o bebezinho, o nenezinho, e aí pareço uma criança grande de fato. Em resumo: alguém consegue entender os adultos?

Postado por: Helô às 16h41
| envie esta mensagem


Show do Palavra Cantada - 09/04

Aí teve show do Palavra Cantada no domingo. Foi num parque beeeem gande, e tinha um sol beeeeem forte. Eu fui com o papai e a mamãe, mas encontrei por lá um montão de gente! Prá esquentar, eu comecei ensaiando meu passinho básico de dança:

 

 

Aí o Dani chegou e me tirou para uma valsa:

 

 

E no final do show, ficamos eu, a Manu e a outra Heloísa brincando numa gaaaaaande roda:

 

 



Postado por: Helô às 09h13
| envie esta mensagem


A mamãe me conta alguma coisa engraçada e eu concluo, tirando onda:

 

- Sua figura!!!

- O que você falou? - pergunta a mamãe, meio incrédula.

 

No que eu respondo, com todas as letras:

 

- Fi-gu-ri-nha!

 



Postado por: Helô às 09h07
| envie esta mensagem


Antenada

(...)

Aí, eu vou pegar um foguete e vou lá pá Lua.... vou ficar voando, voando assim...



Postado por: Helô às 09h04
| envie esta mensagem


 

Sabe esse chinelinho aí em cima?

Sabe o nome dele, né?

Então. Eu chamo ele de chinelo "da baiana".

 



Postado por: Helô às 09h43
| envie esta mensagem


Hoje o dia começou diferente.

Ao invés de uma mamadeira, a mamãe me acordou com um copinho com leite e um pãozinho com manteiga. É que a gente combinou assim: já que eu não sou mais um bebezinho, eu posso deixar de lado a mamadeira e tomar leite no copo mesmo, igual eu faço com suco, com cocola e garaná. Bacana, né?

Então a partir de agora, meu currículo fica assim:

2 anos e meio, escolar, não uso fralda, não troco o R pelo L, falo os pluraizinhos mais lindos do mundo, flexiono verbos como ninguém (às vezes, como o seu Creysson) e não preciso mais de mamadeira. É isso aí!

 



Postado por: Helô às 09h06
| envie esta mensagem


Vérbios imperfeitchos da Heloísia

- Helô, você fez?

- Eu físio!

 



Postado por: Helô às 11h36
| envie esta mensagem


Duas músicas que eu tenho cantado com bastante frequência lá em casa:

 

"Coelhinho da Pácoa, que tazes prá mim?

Um ovo, dois ovos, tês ovos assim..."

 

e

 

"Chocolate... Eu só quero chocolate..."

 

Será que alguém adivinha por que?

 

 

Alguém?

 

 

Alguém sabe?

 

 

Alguém adivinha?

 

 

Hein? Alguém?

 



Postado por: Helô às 10h57
| envie esta mensagem


E a galera aumenta...

Agora, além da Tutty, eu também brinco com o Dive e com a Gula, meus novos amiguinhos imaginários. Logo, logo, vai faltar espaço pra tanta gente...

 



Postado por: Helô às 16h16
| envie esta mensagem


 

Depois de muito examinar a careca do vovô,
eu resolvi perguntar:

- Poquê o cabelo do vovô sumiu?

 

Depois das risadas, a vovó explicou:

- Porque ele pensa muito...

 

Eu insisti:

- Onde ele sumiu?

- Ah, por aí...

 

(minuto de reflexão)

 

- Então eu vou pocurá!



Postado por: Helô às 13h40
| envie esta mensagem


Dialoguinhos

- Mamãe, eu quero pesar!

- Mamãe, eu quero pesar!

- Mamãe, eu quero pesar!

- Mamãe, eu quero pesar!

- Mamãe, eu quero pesar!

 

Depois de loooonga insistência:

- Helô, me explique: POR QUE VOCÊ QUER PESAR?

- poquê... poquê... poquê... poquê eu tô gaaande!



Postado por: Helô às 13h37
| envie esta mensagem


Papo de banheiro

- Mamãe, quero fazer cocô!

- Então corre que a mamãe pega o peniquinho!!!

 

(puf...)

 

- ooops! Era só um punzinho!

 

 

Sentada no penico:

- Mamãe, tô com dor de barriga...

- Fique aí no peniquinho que logo, logo passa...

- Eu quero fazer fumacinha (inalação)!

- Mas, Helô... fumacinha é prá quando a gente tem tosse!

- cof... cof.... (com a maior cara de pau do mundo!)

 



Postado por: Helô às 13h32
| envie esta mensagem

Para você que não conhecia o meu cantinho: meu nome é Helô, acabei de me tornar uma criança grande de 2 anos e esse aqui é o meu mundo - amigos, brinquedos, brincadeiras e muitas descobertas... Agora, você que já é frequentador antigo e amigo de longa data, nada de cerimônias: afinal, o que mudou foi só a cara do blog. Eu continuo a mesma sapeca de sempre!!!


.:: Humor ::.


.:: Clique aqui para ver as fotos anteriores ::.
01/06/2007 a 30/06/2007 01/05/2007 a 31/05/2007 01/04/2007 a 30/04/2007 01/03/2007 a 31/03/2007 01/02/2007 a 28/02/2007 01/01/2007 a 31/01/2007 01/12/2006 a 31/12/2006 01/11/2006 a 30/11/2006 01/10/2006 a 31/10/2006 01/09/2006 a 30/09/2006 01/08/2006 a 31/08/2006 01/07/2006 a 31/07/2006 01/06/2006 a 30/06/2006 01/05/2006 a 31/05/2006 01/04/2006 a 30/04/2006 01/03/2006 a 31/03/2006 01/02/2006 a 28/02/2006 01/01/2006 a 31/01/2006 01/12/2005 a 31/12/2005 01/11/2005 a 30/11/2005 01/10/2005 a 31/10/2005 01/09/2005 a 30/09/2005 01/08/2005 a 31/08/2005 01/07/2005 a 31/07/2005 01/06/2005 a 30/06/2005 01/05/2005 a 31/05/2005 01/04/2005 a 30/04/2005 01/03/2005 a 31/03/2005 01/02/2005 a 28/02/2005 01/01/2005 a 31/01/2005 01/12/2004 a 31/12/2004 01/11/2004 a 30/11/2004 01/10/2004 a 31/10/2004 01/09/2004 a 30/09/2004 01/08/2004 a 31/08/2004 01/07/2004 a 31/07/2004 01/06/2004 a 30/06/2004 01/05/2004 a 31/05/2004 01/04/2004 a 30/04/2004 01/03/2004 a 31/03/2004

.:: Links ::.
Blog do Junior
Blog da Ana Júlia
Blog do Pedro namorado da Ana Julia
Blog do Arthur
Fotolog da Drica e da Gabi
Folotog do Kazane
Blog da Isabella Lindinha
Blog do Angelo
Mae de Gemeas
Blog da Fefe e do Ike
Fotolog "Mães e Filhos"
Fotolog "O Prematuro"
Nascer Antes (site de bebês prematuros)
Fotolog da Fabi e do Lucas
Fotolog da Grazi e do Gabriel
Fotolog da Pati
Fotolog da Mary, do Tom e da Julinha
Fotolog da Naty e da Bibi
Casa da Ju
Beijo de Anjo
ASSINE MEU LIVRO DE VISITAS

.:: Contador ::.